SIGA-NOS NO GOOGLE+

MENSAGENS DE FÉ, ESPERANÇA E OTIMISMO

COMO MANTER UMA BOA RELAÇÃO COMOS FILHOS

Educando com amor e limites

Preocupação constante dos pais é quanto a educação dos filhos, em saber dar amor sem deixar de passar também os limites.

Gerar um filho, criar e prepará-lo para a vida, em todos os âmbitos, não é uma tarefa fácil. Nem todos estão preparados para encarar esse desafio, que pode influenciar no convívio futuro e na relação entre pais e filhos.

Existem pequenas atitudes que fazem com que o contato entre os pais e as crianças melhore e garanta uma relação prazerosa. Entender um ao outro é a primeira tarefa, e tem que partir dos responsáveis, que muitas vezes têm que usar a sabedoria para não afastar o filho e fazer com que ele confie a ponto de contar os medos, etapas da vida ou qualquer outra situação, a criança tem que entender também a importância de saber ouvir, mesmo que não queira, é preciso ter respeito.

A importância de se comunicar com clareza e não deixar as situações subentendidas ou mal resolvidas. Fale diretamente, sem rodeios, não deixe nada para o dia seguinte, a não ser que alguém esteja muito nervoso. Saber expressar-se garante menos brigas. Além disso, muitos pais são rígidas e querem que os filhos sigam a mesma linha de raciocínio que os pais têm, mas nem sempre eles mantêm o mesmo modo de pensar.

É necessário bater?

Uma conversa séria, e até mesmo um castigo, dói mais. A dor física não é a solução ideal.

Para cultivar o bom relacionamento com os filhos, não fique invadindo a privacidade deles de modo que percebam nitidamente. Seja sutil e preste atenção nos atos e maneira de se comportar diante das situações. Pergunte, dê a oportunidade dele lhe contar sem que haja a necessidade de vasculhar as coisas dele. Seja amigo e leal, ofereça confiança, para que se sinta cada vez mais próximo. Tenha tempo para dedicar ao filhos, seja presente.

Educando com amor e limites

Preocupação constante dos pais é quanto a educação dos filhos, em saber dar amor sem deixar de passar também os limites.

O ato de educar requer muita cautela, atenção,responsabilidade e acima de tudo sempre uma dosagem de amor. Os primeiros ensinamentos, desde o berço, os primeiros gestos dos filhos, os pais precisam estar por perto, acompanhando e dosando cada permissão, cada má criação, colocando limites nos filhos, impondo a eles regras, explicando-lhes o sentido de tudo e o que pode e não pode ser realizado, tudo para que os filhos possam compreender realmente os seus limites, mas sempre com muito carinho.

Cada vez mais comum nas famílias é a desobediência, o desrespeito dos filhos com seus pais, e isso não ocorre somente com filhos na adolescência, podemos encontrar inúmeros pais que não conseguem impor limites em seus filhos em idades menores. E isso, com toda certeza acaba gerando ainda mais falhas no momento de educar. No entanto, não há motivos para pânico, muito menos desespero.

Texto adaptado

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
DICAS DE RELACIONAMENTO
AVISO SOBRE DIREITOS AUTORAIS. Todos direitos reservados. Você não pode copiar, distribuir, exibir, executar, TEXTOS OU MENSAGENS DESSE BLOG sem que seja dado crédito ao autor.

Arquivo do blog