SIGA-NOS NO GOOGLE+

MENSAGENS DE FÉ, ESPERANÇA E OTIMISMO

COMO O JOVEM PODE LIDAR COM FORTE APELO SEXUAL NA SOCIEDADE?

Sexualidade na juventude.

Alguns meios de comunicação têm influenciado negativamente na vida dos jovens. Atualmente, é possível observar um constante apelo sexual presente nos meios de comunicação, como TV e internet, e também em algumas letras de música, o que acaba influenciando negativamente na vida dos jovens.

Muitos se exibem pela internet através de sites de relacionamento sem se preocupar com as consequências desses atos. A presença dos pais é muito importante para esclarecer esses temas e orientá-los sobre como lidar com essas situações.

Para a psicóloga Fátima Bittencourt, consultora em comportamento e diretora do Grupo Sanare, os responsáveis ainda sentem dificuldade em falar sobre sexo com os filhos. “Os pais sempre buscam conselhos de como educá-los, por sentirem insegurança na adequação do futuro deles. Quando se trata de temas envolvendo sexualidade, essa dificuldade aumenta bastante”, diz.

De acordo com a psicóloga, o mundo, atualmente, carece de valores humanos esquecidos pela sociedade. Durante anos, os pais foram aconselhados a não protegerem os filhos e sim prepará-los para o mundo. Só que o mundo nunca teve tão poucos valores humanos definidos, sendo necessário repensar até que ponto a educação deve ser direcionada para manter seres humanos robotizados, sem identidade própria, descartáveis e tão influenciáveis pela mídia, que parece ser a ‘nova escola da vida.

Cabe aos pais definirem os valores de forma clara e honesta, para serem bons educadores, esclarece a psicóloga. Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) revelou que, quando não estão na escola, os jovens passam a maior parte do tempo ao computador, navegando na internet. De acordo com especialistas, ela é uma ótima ferramenta para os adolescentes se comunicarem e fazerem pesquisas escolares, desde que haja um controle. Para Fátima Bittencourt, os pais devem monitorar o tipo de informação que os filhos acessam e também saber dizer não quando necessário. “É possível instalar programas no computador que bloqueiam determinados sites.

Quanto ao celular e às câmeras digitais, basta não ceder aos apelos dos menores (até 12 anos) e procurar orientar ao máximo os mais velhos. Não é tarefa fácil, principalmente se tratando dessa fase que é a adolescência. Porém, o apoio familiar nesse momento é fundamental para fortalecer escolhas e decisões, diz. Levar uma adolescência saudável longe da libidinagem exposta frequentemente na nossa sociedade é possível. O conceito de família ainda é muito importante e sempre será o alicerce de qualquer ser humano.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
DICAS DE RELACIONAMENTO
AVISO SOBRE DIREITOS AUTORAIS. Todos direitos reservados. Você não pode copiar, distribuir, exibir, executar, TEXTOS OU MENSAGENS DESSE BLOG sem que seja dado crédito ao autor.

Arquivo do blog