CRIE SUA CONTA FACEBOOK E JUNTE-SE A NÓS

Seguidores

POR FAVOR, QUANDO COPIAR ALGUM TEXTO COLOQUE OS CRÉDITOS PARA O AUTOR.

O SEGREDO DE UM CASAMENTO FELIZ E DURADOURO

Muitos acham que a paixão, sexo, estabilidade financeira, compatibilidade de gênio, afinidade, ou beleza física é o mais importante em um casamento. Mas, engana-se quem pensa assim. É por esse motivo que, cada vez tem aumentado o número de separações entre casais.

 Esses elementos só funcionam se estiverem ligados ao amor, porque o  mais importante e fundamental para se ter um casamento duradouro e feliz é o verdadeiro amor.

O casamento quando é alicerçado apenas nas condições físicas, está condenado ao fracasso.

Exemplo: se for só paixão, sexo, estabilidade financeira, beleza física, compatibilidade de gênio ou afinidade, um dia tudo isso acaba e junto vai o casamento.

A paixão é passageira. Quanto ao sexo, se algum dos cônjuges tiver algum problema de saúde, que impeça de ter relação sexual? Existem fatalidades na vida que impossibilitam de ter relação. Como fica?

Financeiro: Se caso a pessoa perde tudo?

Beleza física: Mesmo com tanta alternativa como cirurgias plásticas, botox e outros mais... O cônjuge um dia vai envelhecer e não vai permanecer com a pele lisinha e com tudo no lugar e ai como fica?

Compatibilidade ou afinidade de gostos: nem quando nascem gêmeos, se pensa igual ou têm os mesmos gostos. No casamento, é impossível os dois pensarem iguais ou terem os mesmos gostos. Um ou outro terá que ceder. Sempre haverá algo que um não concorde com o outro. Por isso tem que haver amor e tolerância

RECEITA PARA UM CASAMENTO FELIZ E DURADOURO.

Amar intensamente. É amar sem medidas, nem proporções.

O verdadeiro amor resiste as piores circunstâncias do relacionamento.  É aquele onde duas pessoas se amam, independente das dificuldades que possam surgir. Nada abala. O amor faz o casal permanecer junto nos momentos ruins e nos bons.

Ter paciência.

Os cônjuges quando se amam de verdade, têm paciência um com outro, são compreensivos, tolerantes com as imperfeições, sabem respeitar os limites e a maneira de pensar de cada um.

Ser bondoso e justo.

Quando se ama, procura-se sempre fazer o bem à pessoa amada.

Exemplos: É Agradável, gentil, tem prazer em fazer o bem à pessoa amada, procura sempre servir ao outro sem esperar nada em troca, não é egoísta, mesquinho. Não procura os seus interesses, procura ser justo nos mínimos detalhes com o outro. Sabe perdoar as falhas e imperfeições.

Não ter ciúmes:

Quem ama de verdade não é possessivo, não é grudento, não sufoca o parceiro e não vive desconfiando, sempre achando que está sendo traído, sem que haja motivo para isso. Nem tem ciúme dos amigos de filhos, etc.

Não é soberbo ou arrogante

Quem ama não é soberbo, arrogante, não se considera superior à pessoa amada, não tem uma estimativa exagerada de sua própria importância, educação, requinte, espiritualidade. Tem humildade, se for preciso sabe pedir perdão.

Não se conduz inconvenientemente.

Quem ama não é grosseiro com a pessoa amada, não lhe trata mal com palavras que ferem a dignidade, não se exaspera ,não vive irado com a pessoa amada e não agride fisicamente, e nem com palavras, e não é infiel.  Não faz ao outro aquilo  que  não gostaria que fizessem a si próprio.

Quem ama não trai.

Quando você ama realmente alguém, ser fiel não é um sacrifício, é um prazer! A fidelidade é, sem dúvida, a maior expressão de amor, respeito e gratidão. Quem não consegue ser fiel, certamente também não consegue amar e respeitar, porque ambos estão intimamente ligados.

“O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba.” 1Corintios 13,4-8

Para que possamos ter um casamento bem sucedido e um amor assim, é preciso praticar todas as virtudes de 1Corintios 13,4-8. Mas para isso, é necessário ter  o amor de Deus dentro do coração. Que é: Amar o próximo como a si mesmo. Sem ter esse amor, realmente fica impossível ter um casamento que dure até o fim dos dias.

Talvez você diga: é muito difícil ter um amor assim. É difícil, mas não impossível. Muitos acham melhor fugir, se separando, do que praticar qualquer uma dessas virtudes.

Mari D Ricci

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivo do blog