SIGA-NOS NO GOOGLE+

MENSAGENS DE FÉ, ESPERANÇA E OTIMISMO

NEM TUDO SÃO FLORES PARA MULHERES

Na Idade Média a mulher era excluída e tratada como se não fosse capaz de fazer qualquer coisa na sociedade. Tinha somente como objetivo ser serviçal do homem, enquanto que este detinha todo poder e domínio sobre ela.

Na Grécia antiga a mulher ocupava posição equivalente a do escravo, sentido de que tão somente estas executavam trabalhos manuais, extremamente desvalorizados pelos homens.

Na Roma antiga, existia uma instituição jurídica denominada pater-famílias, a qual era atribuído ao homem todo o poder sobre a mulher, filhos, servos e escravos.

Ainda há países em que as mulheres são submetidas à leis religiosas, que as oprimem fortemente. Praticamente seus lares se transformam em um tipo de prisão, e se forem às ruas, tem de usar suas "mini-prisões" particulares, a burca.

Preconceito Religioso

A má interpretação das escrituras, sempre favorecia aos homens, em detrimento das mulheres. Muitos usavam, e ainda usam até hoje em algumas sociedades, da "lei" religiosa, para condenar, censurar e humilhar suas mulheres.

Dentro do  judaísmo, a mulher era vista como incapaz de se ocupar com assuntos considerados "sérios". As mulheres tinham o direito de apenas viver para os maridos e filhos, não podendo andar pelas ruas sem a companhia de um homem da família, muito menos de dirigir a palavra ou conversar com um homem em público.

Há apenas poucas décadas, as mulheres começaram a ganhar o seu espaço no mercado de trabalho. E hoje, já ocupam quase metade desse mercado. Hoje, podemos presenciar mulheres ocupando altos cargos em grandes empresas, governando países, estados ou municípios.

MAS, EM TEMPOS MODERNOS, NEM TUDO SÃO FLORES PARA AS MULHERES.

A cada 15 segundos uma mulher é agredida no Brasil. Segundo dados do Mapa da Violência, num ranking de 84 nações de todo o mundo, o Brasil é o sétimo país em taxas de homicídio de mulheres.

Algumas mulheres têm dentro de si um mar de conflitos e um oceano de desejos reprimidos.

Se algumas ao ganhar uma rosa no dia 8 de março sentirão valorizadas, outras estarão vivenciando a dor, o silêncio, o desprezo, a perda da confiança, o cansaço, a mutilação emocional. Ainda existem situações que envolvem estupros, assédio moral, repressão, violência, abuso, humilhação, morte.

Muitas mulheres são tratadas como objeto! Outras  são privadas de seus direitos de cidadania.

Quantas ainda são mortas por ex-maridos, ex-namorados,  por que "errou", ou não andou na linha, "levou o que mereceu "! Não estou aqui apoiando traição, mas se a mulher traiu ou errou o homem não tem o direito de matá-la.

As mulheres, ainda não chegaram onde queriam, os homens ainda recebem salários maiores que as mulheres mesmo desempenhando mesma função e elas ainda não estão em pé de igualdade no nível hierárquico dentro das empresas.

De uma forma geral, a mulher tem sido ao longo dos séculos, uma grande vítima do preconceito, da discriminação, e da violência. Ainda existem muitas mulheres vivenciando as consequências de pensamentos marxistas, e não tem o que comemorar.

Texto adaptado

Um comentário:

Bell disse...

Parabéns para nós guerreiras, abençoadas e virtuosas.

bjokas =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
DICAS DE RELACIONAMENTO
AVISO SOBRE DIREITOS AUTORAIS. Todos direitos reservados. Você não pode copiar, distribuir, exibir, executar, TEXTOS OU MENSAGENS DESSE BLOG sem que seja dado crédito ao autor.

Arquivo do blog